Síndicos: Como fazer uma gestão de pessoas eficiente

  • 0
  • 23 março, 2017

sindico gestao exemplar

A função dos síndicos e zelar pelos interesses em comum dos condôminos e a integridade do condomínio, sempre priorizando o que for necessário para que manter uma ótima convivência entre todos. De fato, essa é uma atividade bastante complexa, principalmente porque envolver ter que lidar com pessoas. Gerir pessoas é uma tarefa que requer muita habilidade de comunicação, paciência, bom senso e muita responsabilidade.

Para ajudar nesta questão, o post de hoje traz algumas dicas importantes sobre o que é necessário para que os síndicos possam fazer uma gestão de pessoas eficiente.

1. Seja organizado

sindico organizado

A organização é como um mandamento na vida de quem tem uma responsabilidade tão grande como a de gerir pessoas. Ser organizado é um pré-requisito para uma gestão eficiente, pois os síndicos lidam com inúmeros compromissos como:

  • Reformas;
  • Problemas entre condôminos;
  • Prestação de contas;
  • Contratação, supervisão e demissão de funcionários;
  • Pagamento de contas etc.

Uma gestão de pessoas eficiente necessita de muita organização e coerência na tomada de decisões.

2. Saiba liderar sem autoritarismo

liderança sindico

Um grande equívoco de uma pessoa que está em posição de liderança, é permitir que o “poder” suba à sua cabeça. Isso acontece com muitos síndicos que acabam transformando a sua gestão em um verdadeiro “império”, onde — ao invés de gerir pessoas e solucionar problemas — acabam apenas causando mais conflitos entre os condôminos e gerando mais complicações do que soluções.

Lembre-se: gerir pessoas não é aplicar multas e advertências para provar a sua autoridade, muito menos criar novas regras que causam descontentamento entre os moradores. Um bom síndico apenas desempenha a sua função com excelência que é fazer com que os condôminos cumpram com o que é determinado pelas leis e pela Convenção e Regulamento Interno.

3. Conheça o condomínio como a palma de sua mão

sindico gestao exemplar

Conheça cada metro quadrado do condomínio, todos os seus problemas e todas as suas características. Isso inclui os funcionários e moradores.

Mantenha um bom relacionamento com os condôminos. Trate-os com respeito e profissionalismo, conheça as suas personalidades e conquiste o respeito do pessoal em geral. Certamente, gerir um grupo de pessoas que o respeitam é muito mais fácil e eficiente, principalmente quando for necessário resolver conflitos entre moradores ou situações atípicas.

4. Faça uma gestão exemplar

Como citamos anteriormente, respeito é fundamental para se gerir pessoas e ele não pode ser comprado, somente conquistado. O melhor caminho para conquistar o respeito e a confiança dos condôminos é fazendo uma gestão exemplar. Não deixe que as pessoas se arrependam de o terem elegido como síndico do condomínio.

  • Seja ágil e prático na hora de solucionar problemas;
  • Contrate profissionais qualificados para fazer as reformas necessárias;
  • Seja transparente na hora de fazer a prestação de contas anual;
  • Esteja sempre acessível quando os condôminos precisarem de você;
  • Aja como um apaziguador nos conflitos entre moradores;
  • Saiba agir com intuição; não sendo autoritário, mas também sem ser demasiadamente passivo.

Se a sua gestão for exemplar, ela fará com que os condôminos fiquem satisfeitos com o seu trabalho; consequentemente, você conquistará o respeito deles.

5. Saiba se comunicar

sindicos comunicacao

A comunicação é o segredo de qualquer bom relacionamento. Para garantir um relacionamento transparente e de respeito mútuo entre os condôminos e o síndico, é necessário manter a boa comunicação. Portanto:

  • Não esconda a real situação de um problema no condomínio quando um morador o questionar. Mas seja ágil ao encontrar a solução;
  • Saiba ouvir o que os condôminos têm a dizer. Seja paciente e aprenda a ouvir opiniões alheias;
  • Seja coeso e direto quando precisar comunicar os moradores em recados impressos pelo condomínio. Lembre-se que as pessoas possuem personalidades e níveis e educação diferentes, portanto, é preciso se expressar de uma forma simples e direta em seus comunicados;
  • Seja democrático nas assembleias do condomínio, dando espaço para que todos possam falar. Mas saiba intermediar a comunicação para que o foco não se perca.

O que achou do post de hoje? Deixe um comentário compartilhando conosco sua opinião e suas experiências na gestão de seu condomínio!




Deixe seu comentário abaixo

Envie uma resposta