Síndico: Como fazer a gestão de conflitos entre condôminos

  • 0
  • 9 março, 2017

Síndicos, dentre as suas responsabilidades uma das principais é gestão de conflitos entre condôminos. É natural que um grupo de pessoas com personalidades, comportamento e culturas diferentes, convivendo em um mesmo espaço, acabe se desentendendo em algum momento. Por isso cabe ao síndico saber como lidar com qualquer situação que possa acontecer entre os moradores.

sindicos_conflitos

O que é preciso para evitar conflitos?

1. Saber ouvir os dois lados da história

Como síndico, a sua função é a de agir como um mediador diante de situações conflitantes. Para agir de forma justa com ambas as partes envolvidas em um problema e chegar em uma solução viável, é importante saber ouvir os dois lados da história.

Por exemplo, quando um morador reclama com frequência sobre o barulho que outro morador está fazendo, a forma correta de agir é investigar a situação, procurar o condômino que está sendo acusado de fazer barulho e ouvir a sua versão. Além disso, busque uma terceira opinião, como a de outros moradores que estão de fora da história ou o zelador.

Seja sempre justo e imparcial e, mesmo que seja amigo de alguma das partes, deixe sempre clara a separação entre seus relacionamentos pessoais e seu papel de síndico.

sindicos_brigas_condominos

2. Ser paciente

Qualquer função que lide com pessoas diretamente, é bastante delicada e requer muita paciência. Um síndico precisa especialmente dessa virtude, pois lida diariamente com muitas pessoas com comportamentos e personalidades distintas.

Se você precisar explicar uma situação para um condômino dez vezes seguidas, que assim seja! Lembre-se que nem todos possuem a mesma educação ou nível cultural, portanto, não cabe ao síndico julgar, mas entender e saber lidar.

Tratando-se de um conflito, a paciência é fundamental, pois se ambas as partes já estiverem alteradas, o síndico deverá apaziguar os dois lados para que todos possam encontrar uma solução.

sindicos_pacificador

3. O síndico deve ter discrição

A função de síndico exige profissionalismo e discrição, portanto, jamais deve partir de você uma fofoca ou comentários sobre problemas particulares do condomínio com outros condôminos, como alguma inadimplência, uma briga, uma informação pessoal sobre algum morador.

É natural que, na posição de síndico, você acabe sabendo de muita coisa. Mas é preciso saber filtrar as informações — que nem sempre são fatos e podem não passar de boatos — e agir com profissionalismo, guardando-as para si.

Lembre-se que você escolhido para representar todos os condôminos: é seu dever ser discreto e proteger os interesses de todo o grupo.

4. O síndico deve manter um bom relacionamento com todos os condôminos

Saber se relacionar com um grupo variado de pessoas é a base de uma boa gestão. Se você tem um bom relacionamento com as pessoas, é um grande passo para se conquistar o respeito delas, e sendo respeitado é muito mais fácil resolver conflitos.

Procure cativar uma amizade respeitosa e profissional com todos os moradores, conhecendo os seus hábitos de perto. Certamente a comunicação irá fluir naturalmente.

sindicos_relacionamento

Os principais motivos que causam conflitos em um condomínio e como o síndico pode ajudar a solucioná-los

1. Reclamações por causa de barulho

Sempre tente evitar que uma fagulha se transforme em um incêndio, portanto se for a primeira vez que houver uma reclamação sobre barulho, procure resolver de forma pacífica e discreta. Peça para o zelador avisar o morador sobre o barulho — muitas vezes, apenas um aviso pelo interfone é o suficiente.

Caso o fato se torne frequente e a conversa não resolva, talvez seja necessário emitir uma advertência.

sindicos_conflitos_moradores

2. Discussões por vagas na garagem

  • A melhor forma de se evitar conflitos por causa de vagas de garagem é por meio de decisões tomadas na assembleia. Estipule regras claras e coesas para tudo:
  • Velocidade de trânsito dos veículos;
  • Uso incorreto da vaga;
  • Punições por descumprimento de normas;
  • Número de vagas que cada morador tem direito etc.

Se necessário, contrate um manobrista, desde que isso seja aprovado em assembleia.

sindicos_garagem

Como você tem resolvido os conflitos em seu condomínio? Deixe o seu comentário contando a sua experiência! 




Deixe seu comentário abaixo

Envie uma resposta